Comida não é tapa-buraco!

melancia

Nunca imaginei a força de projeção psíquica dos adultos em cima das crianças, principalmente bebês. Agora, experimento essa “energia invisível” quase que diariamente no que tange ao tema alimentação. Que se diga logo de passagem, Davi, meu filho, é muito bem alimentado e nutrido por refeições feitas por mim, cujos ingredientes são cuidadosamente selecionados e preparados, e que compõem um cardápio disciplinado, mas não absolutamente rigoroso.

Durante a semana ele tem uma rotina pré-estabelecida e cumprida. No final de semana, relaxo, de leve, e deixo ele comer alguma “porcaria”, do tipo um pedaço de bolo cheio de glacê e creme, ou algumas bolachas de maisena, um pirulito…

Bem, pois basta ele fazer qualquer manha, em qualquer tom e grau, que sempre corre “alguém” com um pedaço de “alguma coisa” e enfia na boca dele. É incrível! Além de tudo, se viram pra mim e dizem: “Coitadinho, ele tá com vontade..”. É o fim da picada! Eu, de verdade, fico estupefata! Como assim “coitadinho”? Meu filho de um ano e quatro meses está saudável, levemente acima do peso, é bem verdade, por conta da desnutrição vivida intrauterinamente, mas come de absolutamente tudo o que é politicamente saudável, até cebola e é muito, muito amado, não só por mim, mas também por aqueles que o rodeiam.

Ou seja, as pessoas projetam um sofrimento que elas não sabem realmente se ele está sentindo, e na sequência lançam mão do que, para elas é o remédio (sempre é): encher a boca de comida!

Pois bem, o cúmulo dessa situação me aconteceu no Bosque dos Jequitibás, em um sábado ensolarado, quando inventei de levar Davi e a babá para passear. Estava eu lá, ele fazendo manha porque não queria ficar no carrinho, quando vira uma senhora, com duas crianças, cada uma com um pacotinho daqueles salgadinho que cheira chulé, e enfia um deles na boca de Davi e dá outro na mãe dele, para mais tarde. Olha pra mim e diz: “É assim que eu faço meus filhos pararem de chorar. Sempre dá certo.”

Eu fiquei com cara de “só por Deus” e não consegui responder. Senti uma invasão e um desrespeito imensos. Também, se conseguisse dizer algo, além de tirar o outro salgadinho da mão do Davi – porque o que estava na boca dele já era -, diria para aquele “ser”, que estava evidente a sua estratégia: todos os três estavam obesos. Eu disse obesos e não gordinhos.

Eu diria para ela que não quero que meu filho associe sentimentos de frustração, raiva, irritação e ansiedade com a comida. Comida não é uma rolha para tapar bocas. Não é chupeta e muito menos calmante.

É incrível perceber como os adultos têm tão pouca paciência e estofo para enfrentar a angústia infantil. Meu bem, criança chora mesmo, criança faz manha, faz birra, dá escândalo, te deixa em situações bastante desconfortáveis, incomodam os outros, etc… Afinal, ela está experimentando seu limites, vivenciando suas emoções, sentindo. Nos cabe, nesses momentos, a reverência e firmeza.

Gritar e bater os pés fazem parte da reação natural àquilo que não se quer. A educação começa com a nossa capacidade de aguentar a reação de frustração da criança, esperando calmamente ao seu lado (tanto quanto for possível e humano…) que ela sinta e expresse seus sentimentos e depois compreenda que as coisas serão como devem ser e não como ela gostaria que fossem.

Sabe aquela coisa tipo pegar na mão e dizer: “Você tem todo o direito de se sentir assim. Eu estou a seu lado e ficarei aqui até que tudo esteja terminado”?

Sei que muitos estão pensando: “É fácil falar e teorizar. Deixa que sua vez chegará.” Sei que chegará e ainda não sei como responderei a uma reação mais contundente de Davi, mas a conscientização já é um passo em busca de um caminho…

Tags: , , , , ,

3 Respostas to “Comida não é tapa-buraco!”

  1. andrea Says:

    na verdade associamos afetividade com alimentaçao pq os dois se relacionam com prazer.
    geralemte quando estamos depressivos comemos muito ou nada.

    carol, seja forte! assim como vc tem um filho unico . ame-o muito e diga a ele. mostre com carinho .

    mas se precisar seja muito brava .

  2. BARBARA Says:

    PACIENCIA E TUDO!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: